-A A +A
  • White/Black
  • Yellow/Blue
  • Padrão

Current Style: Padrão

Livros

Livro
Mais informações

Novo dicionário do português arcaico ou medieval
Américo Venâncio Lopes Machado Filho
Valor: Adquira

O Dicionário do português arcaico ou medieval é o resultado de um longo período de pesquisa sobre o espólio documental do português arcaico, cuja concepção contou com o suporte teórico-metodológico da lexicografia histórico-variacional e da filologia tradicional. Os corpora utilizados mereceram edições confiáveis e conservadoras de textos manuscritos e impressos, produzidos entre os séculos XIII e XVI e a organização lexicográfica pautou-se no esteio dos trabalhos precedentes, de mesma autoria, publicados em 2013 e em 2014, sob os títulos de Pequeno vocabulário do português arcaico e Dicionário etimológico do português arcaico, sob o selo de duas importantes editoras universitárias brasileiras, a Editora da Universidade de Brasília e a Editora da Universidade Federal da Bahia, respectivamente. A presente obra, com mais de 7000 verbetes, é uma celebração à variação e à mudança linguísticas, de uma época em que ainda não se havia fixado uma norma de escrita, fazendo com que o registro da língua permitisse revelar possíveis normas de fala em uso social real. Os verbetes atendem a um sistema de remissão bastante prolífico e eficiente e apresentam, para além de uma rede de lemas principais, secundários e múltiplos, a classificação gramatical, a etimologia ou processo morfológico de formação de todas as unidades – com o emprego de indicadores simples e facilmente identificáveis durante a consulta –, registrando, ademais, fartas abonações, em especial de formas dos verbos, em todas as pessoas em que se puderam identificar flexões. Destina-se a pesquisadores, professores, estudantes de pós-graduação e de graduação e ao público interessado, em geral, pela história da língua, pela variação e mudança linguísticas, pelo ensino do português, pela Idade Média, pela história das mentalidades, enfim.
 


Tratado dos sacramentos da ley antiga e NOVA: edição diplomática
Américo Venâncio Lopes Machado Filho
Valor: Adquira

O Tratado dos sacramentos da ley antiga e NOVA é um códice em pergaminho, originalmente pertencente à Livraria de Santa Maria de Alcobaça, transcrito do espanhol para o português pelo monge cisterciense Roque de Tomar, em 1399. Encontra-se depositado, hoje, no Serviço de Coleções de Reservados, da Biblioteca Nacional de Portugal (BNP), em Lisboa, com acesso condicionado e bastante restrito para consulta. Sua edição diplomática foi um dos resultados do desenvolvimento de Estágio Sênior de pesquisa na Universidade de Coimbra, sob financiamento da CAPES. Representa esse texto uma profunda radiografia do comportamento social medievo dos finais do século XIV no espaço ibérico, fazendo com que seu teor conforme as noções ontológicas mais caras de uma época, em que a língua portuguesa ainda desconhecia o forte poder normalizador que viria a se apropriar da escrita com a modernidade. Destina-se a pesquisadores da História, da Linguística, da Teologia e ao público em geral, interessado pelo espólio intelectual da humanidade. Por acreditar que textos dessa natureza devam ter maior visibilidade, sobretudo para evidenciar as características do português arcaico e a história da Idade Média portuguesa, optou-se por publicá-lo, com selo independente, através da Amazon.com.
Detalhes do produto


Lugar da gramática na aula de português
Paulo José Tente da Rocha Santos Osório
Valor: Adquira

Mais uma obra organizada pelo Professor Paulo Osório, da Universidade da Beira Interior (Portugal), com Eulália Leurquin e Maria da Conceição Coelho.
Excerto do Prefácio da obra, por Valdecy Pontes:
A publicação deste livro contribui para o preenchimento de uma lacuna no que diz respeito à correlação entre o que se pesquisa nas universidades e o trabalho do professor em sala de aula. Os organizadores, linguistas reconhecidos por seu trabalho na área da Linguística Aplicada, engajados com o ensino de língua portuguesa, oferecem aos possíveis leitores um relevante material que reúne autores que lidam com a formação de professores, mais especificamente, com o ensino de gramática da língua portuguesa.


Linguística histórica e história do português: das origens ao século XVI
Paulo José Tente da Rocha Santos Osório
Valor:

Professor Paulo Osório, da Universidade da Beira Interior (UBI), Portugal, lança novo livro sobre linguística histórica e história da língua portuguesa, desde suas origens até ao século XVI.
OSÓRIO, Paulo (Ed.). Linguística histórica e história do português: das origens ao século XVI. Salamanca: Luso-Española Ediciones, 2018, 183 p.
ISBN: 978 84 15712 28-2
 
O livro traz o prefácio de Célia Lopes e é composto dos seguintes capítulos:
1 Revisitando Coseriu: a sua importância para a Linguística Histórica, de Maria Celeste Nunes e Paulo Osório.
2 Análise de textos medievais em português: nexos entre a história da língua e a história das formas textuais-discursivas, de Clara Barros.
3 Metalinguagem na gramáticas quinhentistas de Fernão de Oliveira e João de Barros: aspectos contrastivos, de Américo Venâncio Lopes Machado Filho e Jane Keli Almeida da Silva.
4 Da Idade Média ao século XVI: a difusão de grafias etimológicas e de índices grafofonéticos na norma grafemática quinhentista portuguesa, de Afrânio Gonçalves Barbosa, Alexandre Xavier Lima e Leonardo Lennertz Marcotulio.
5 Mudanças fonético-fonológicas do latim para o português, galego e espanhol: um confronto, de Ignacio Vásquez Diéguez.
6 "Onde" a leitura é plural: "e u è"?, de Marilza de Oliveira.
7 Entre o seguimento e a extinção: o estudo de uma mudança sintática idioletal no português quatrocentista, de Mikolaj Nkollo.
8 Trajetória de mudança semântica e gramatical do verbo "ser" na história do português, de André Luiz Rauber, Leosmar Aparecido da Silva e Márcia Regina Pavoni de Carvalho.


Pequeno vocabulário do português arcaico
Américo Venâncio Lopes Machado Filho
Valor: 60.00 Adquira

Resultado de uma pesquisa minuciosa do léxico patente em um Flos Sanctorum do século XIV, a obra visa preencher a lacuna bibliográfica existente no registro da variação e da mudança linguística. Servindo de contribuição para o conhecimento da história interna e externa do português, o livro destina-se, em especial, a pesquisadores, estudiosos e alunos dos cursos de Letras e áreas afins.


Língua, cultura e ensino: Diálogos interdisciplinares
Américo Venâncio Lopes Machado Filho
Valor: 30.00 Adquira

Os artigos reunidos na publicação, vistos à luz da diversidade e da diferença, se desdobram nos três importantes conceitos que intitulam a obra: língua, cultura e ensino. Para isso, o livro parte de algumas premissas, como a de que a cultura é o aperfeiçoamento do que se chama “nós”; de que a educação não existe fora da sociedade humana; e, de que a língua reflete em seu sistema estrutural a heterogeneidade original de quem lhe engendra a realização.


Dicionário etimológico do Português Arcaico
Américo Venâncio Lopes Machado Filho
Valor: 60.00 Adquira

O Dicionário Etimológico do Português
Arcaico é o resultado de um projeto de verve científica
e continuada do Grupo de Pesquisa Nêmesis:
Estudos do Léxico e da História da Língua Portuguesa,
da Universidade Federal da Bahia.
Apoiado, inicialmente, pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento
Científico e Tecnológico (CNPq),
registra sistematicamente a variação lexical do
período arcaico do português, os dados
etimológicos correspondentes e apresenta um farto sistema de
abonações, extraídas de textos filologicamente
editados. É a primeira obra do gênero
em língua portuguesa, com base na metodologia
da lexicografia histórica.
Seu sistema remissivo é bastante profícuo e
permite uma consulta rápida e
eficaz às unidades lexicais.


A pontuação em manuscritos medievais portugueses
Américo Venâncio Lopes Machado Filho
Valor:

A pontuação em manuscritos medievais portugueses, embora muito pouco estudada pela linguística moderna, tem sido até hoje considerada pelos estudiosos de textos antigos como pouco sistemática e arbitrária. Neste livro, fruto de investigação de Mestrado em Letras, com área de concentração em Lingüística Histórica, fundamentado num corpus representativo da primeira fase do período arcaico da língua portuguesa, procura-se demonstrar que além de parecer refletir aspectos diretamente relacionados à prosódia da língua falada, a pontuação desse período era regularmente condicionada por motivações de ordem lógico-gramatical. 
Acesse o livro (for free)
https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ufba/159/1/A%20pontuacao%20em%2...


Diálogos de São Gregório: edição e estudo de um manuscrito medieval português
Américo Venâncio Lopes Machado Filho
Valor: Adquira

(...)A presente obra, que é o resultado do trabalho de investigação realizado pelo Doutor Américo Venâncio Lopes Machado Filho, no âmbito do Programa de Pós-doutoramento que desenvolveu, no ano de 2006, na Universidade de Coimbra, proporciona ao leitor e ao estudioso da História da Língua Portuguesa a edição de um texto que corresponde a uma nova versão em português da obra de literatura religiosa pragmática da Idade Média, os «Diálogos de São Gregório», até há poucos anos desconhecida e cuja descoberta foi em 1991 anunciada por Arthur Askins, da Universidade de Berkeley (Califórnia). Do texto contido no Manuscrito da Livraria 522, do Instituto dos Arquivos Nacionais / Torre do Tombo (IAN/TT), preparou o Autor, após ter obtido formação especializada no domínio da edição de textos medievais de acordo com critérios de natureza linguística, uma edição diplomática que se reveste de grande interesse para o historiador da língua, por um lado, por proporcionar a leitura de um texto que vem enriquecer e ampliar o “corpus” medieval subsistente em português, e, por outro, pelo facto de a versão editada apresentar uma significativa dimensão textual e corresponder a uma época de grande relevância no devir temporal da língua, o fim do século XIV ou inícios do século XV (...).
Fragmento do Prefácio da obra, assinado pela Catedrática de Linguística Portuguesa da Universidade de Coimbra, Doutora Clarinda de Azevedo Maia.
A obra se encontra a venda nas livrarias da EDUFBA (www.edufba.ufba.br). 


Um flos sanctorum trecentista em português
Américo Venâncio Lopes Machado Filho
Valor: 40.00

Edição interpretativa (semidiplomática) de um Flos Sanctorum do século XIV, documento de caráter hagiográfico, cujo cerne narrativo discorre sobre a vida e feitos de diversos santos dos primeiros séculos de difusão do cristianismo na Alta Idade Média assim como sobre exemplos de doutrinação religiosa, códice que foi adquirido, em Portugal, pelo filólogo e professor brasileiro Serafim da Silva Neto, na década de 50, do século XX, compondo juntamente com os Diálogos de São Gregório e o Livro das Aves o mais antigo conjunto de textos medievais escritos em português existentes no País.
Aqdquira por email: gruponemesis@ufba.br

Páginas